O VALE TUDO DOS SPAMMERS

Imagem do Google Analytics exibindo spam no campo referente ao idioma do navegador do visitante

Spam, além de ser um ato ilícito, consome banda de internet, espaço de armazenamento, rouba nosso tempo e o retorno paras os spammers é um percentual baixíssimo.

O spam é um saco, mas a criatividade de quem vive dessa prática ultrapassa o estado da arte.

Nas eleições presidenciais Americanas de 2016, me deparei com uma mensagem política nos relatórios do Google Analytics do site da eXcript. Ao exibir os relatórios do perfil de quem visitou o site da eXcript, no campo Language que informa o idioma definido nas configurações do navegador do visitante, ao invés de aparecer o código abreviado da linguagem, era exibido mensagens aleatórias e finalizava com: Vote Trump.

Outra imagem do Google Analytics exibindo spam e pedindo para votar no Trump

Quando me deparei com essa nova estratégia de spam pensei que haviam ultrapassado o estado de arte em relação a como praticar spam, porém, passado um ano, vejo que estava equivocado!

O Paypal, serviço para envio e recebimento de fundos online, possui uma ferramenta para que o cliente possa contestar um valor pago ou transferido a outrem e, a "brincadeira" é a transferência de um valor irrisório, seguido de uma contestação. Essa ação implica numa caixa de mensagem destacada no painel de controle contendo as informações da transação, porém, ao invés de aparecer o nome e a descrição do usuário que fez a transferência, é exibido uma mensagem oferecendo serviço de marketing!

Ou seja, você envia um valor, pede o ressarcimento e, como o ressarcimento trata-se de algo crítico, o Paypal envia um e-mail notificando o ocorrido e exibe a mensagem em destaque.

Utilizando o Paypal para enviar spam

Moral da história: qual é a pessoa que recebe um e-mail notificando o recebimento de uma certa quantia e não acessa o painel de controle para ver quem enviou e qual o valor enviado? E, qual será o usuário que novamente não acessará o painel após receber uma notificação de extorno?

Agora, o Paypal terá que encontrar uma forma de impedir essa prática, muito provavelmente, será necessário fazer alterações no código, e tudo isso, porque um engraçadinho descobriu uma maneira de passar a sua mensagem publicitária através de um recurso aparentemente livre de violação.

Novamente nos deparamos com uma situação em que um sistema é violado, mesmo que de maneira boba e inofensiva, mas ainda assim, trata-se de um ataque, necessita uma solução, e, muitos usuários chatos irão enviar reclamações para o suporte, obrigando a empresa a encontrar uma solução

Outra imagem utilizando o sistema do Paypal para enviar spam


Tags spam, paypal

Comentários

comments powered by Disqus