Neste artigo estudaremos a ferramenta que permite instalar pacotes do Python

GERENCIADOR DE PACOTES pip

O Python possui um conjunto de pacotes, classes e funções em sua biblioteca padrão bastante amplo. Ainda assim, é comum precisarmos de bibliotecas mais especificas, como por exemplo a biblioteca kivy, ou o Django, Selenium entre outras.

Para trabalharmos com bibliotecas de terceiros temos 2 opções. A primeira é ir até o site ou repositório do desenvolvedor, fazer o download e em seguida instalar em nosso ambiente de trabalho.

A segunda forma é utilizar um gerenciador de pacotes.

Junto ao site do Python existe um repositório de códigos com pacotes construídos por terceiros que podemos utilizar instalar e utilizar em nossas aplicações. Este repositório é chamado de Python Package Index.

Atualmente, toda a instalação do Python instala um utilitário de nome pip. O termo pip é um acrônimo de Índice de Pacotes Python. Essa é uma forma de acessarmos o repositório de código oficial através da linha de comando e somos capazes de instalar, atualizar e remover pacote.z

Em algumas distribuições Linux que trazem o Python instalado pode acontecer do utilitário pip não ser disponibilizado. No Ubuntu por exemplo, para instalarmos, basta executarmos o seguinte código:

Debian/UBUNTU/Linux Mint:

$ sudo apt-get install python-pip

Fedora:

$ sudo yum install python-pip

Via yum:

$ yum install python-pip

CentOS

Primeiro ative o repositório EPEL e em seguida execute no terminal:

$ sudo yum install python-pip

ArchLinux:

$ sudo pacman -S python-pip

VERSÃO

Pra descobrirmos a versão do pip instalada em nosso ambiente, devemos executar o comando:

pip --version

ATUALIZANDO O pip

É importante atualizarmos o utilitário pip antes de utiliza-lo. Para atualizamos o pip utilizamos o próprio pip. Para isso, digite no terminal o código a seguir:

pip install --upgrade pip

Feito isso, temos a certeza de estarmos utilizando a última versão do instalador de pacotes oficial do Python o pip.

INSTALANDO PACOTES COM O pip

A instalação de pacotes com o pip é relativamente simples e é feito através da linha de comando. Para talarmos um pacote, temos que abrir o terminal e digitar:

pip install algum-nome-de-pacote

Em seguida, o pacote será baixado e instalado junto a instalação do Python em que o pip está contido. Para desinstalar pacotes, utilizamos um comando similar, porém, ao invés de utilizarmos a instrução install utilizaremos uninstall, por exemplo:

Alguma vezes desejaremos instalar um pacote com uma determinada versão, pra isso, fazermos:

pip install algum-nome-de-pacote==0.0
pip uninstall algum-nome-de-pacote

LISTA DE PACOTES INSTALADOS

Para sabermos todos os pacotes instalados, utilizamos a instrução freeze:

pip freeze

EXPORTANDO LISTA DE PACOTES INSTALADOS

Algumas vezes desejaremos exportar os pacotes instalados num ambiente virtual para por exemplo, fazermos backup ou então, para adicionarmos a documentação de algum Script os pacotes que devem ser instalados.

Pra exportarmos todos os nomes para um arquivo, devemos executar o seguinte comando:

pip freeze > requirements.txt

Por padrão, arquivos de nome requirements.txt contidos na raiz de um projetos contém a listagem de pacotes que precisa ser instalados.

Da mesma forma que conseguimos exportar para um arquivos os pacotes instalados, também conseguimos instalar uma lista de pacotes através de um arquivo, por exemplo:

pip install requirements.txt

OBTENDO INFORMAÇÕES DO PACOTE

Todo pacote possui um conjunto de metadados que identificam o autor, a empresa, a versão, a licença e várias outras informações. Para ver esses metadados, devemos executar o seguinte comando:

pip show pacote

OBTENDO INFORMAÇÕES DO PACOTE

Para buscarmos por um nome dentro do repositório de código, devemos proceder da seguinte forma:

pip search <query>


Tags pip, python, gerenciador de pacotes

Comentários

comments powered by Disqus