NOME DURAÇÃO
Abertura do Curso de C++
Visão Geral da Linguagem C++
Instalando o Code::Blocks para Desenvolvimento C++
Instalando a IDE CLion para Desenvolvimento em C++
Primeiro Programa em C++
Comentários em C++
Indentação, Espaço em Branco e Ponto e Vírgula em C++
Variável em C++
Tipos Primitivos do C++
Características das Variáveis em C++
Manipulando Variáveis em C++
Nomenclatura de Variáveis em C++
Introdução às Stream em C++
Stream em C++
Manipulação de Dados em C++
Modificadores de Tipo em C++
Operadores Aritméticos do C++
Construindo uma Calculadora com C++
Módulo da Divisão em C++
Operadores Relacionais do C++
Tomada de Decisão em C++
Tomada de Decisão - Estrutura else em C++
Tomada de Decisão - Estrutura else em C++
Operadores Lógicos do C++
Operadores de Atribuíção do C++
Iteração em C++
Estrutura de Repetição for do C++
Operadores de Incremento e Decremento do C++
Tabuada em C++
Estrutura de Repetição while do C++
Programa em Looping em C++
Estrutura de Repetição do-while do C++
Estrutura de Seleção Múltipla switch do C++
Estrutura de Seleção Múltipla switch do C++ (parte II)
Depuração de Código C++
Depuração de Código C++ (parte II)
Depurando com o Clion Código C++
Depurando com o Code::Block Código C++
Blocos de Instrução em C++
Blocos de Instrução em C++ (parte II)
Blocos de Instrução em C++ (parte III)
Operador Ternário do C++
Operador Ternário do C++ (parte 2)
Instrução break do C++
Instrução break do C++ (parte II)
Instrução continue do C++
Precedência de Operadores do C++
Associatividade de Operadores em C++
Introdução aos Arrays em C++
Declaração de Arrays em C++
Arrays - Definições em C++
Inicialização de Arrays em C++
Percorrendo os Elementos de um Array em C++
Calculando a Média Aritmética com Arrays em C++
Arrays Multidimensionais em C++
Manipulação de Arrays Bidimensionais em C++
Laços Aninhados
Função Matricial
Manipulando Planilhas em C++
Introdução às Estruturas em C++
Utilizando struct em C++

Nesta aula estudaremos a estrutura de repetição for - uma estrutura dita como completa, haja vista que declaramos uma variável, verificamos uma condição e incrementamos ou decrementamos valores - tudo no cabeçalho da estrutura.

ESTRUTURA FOR

O laço de repetição for é considerado uma estrutura de repetição completa. Isso porque, em seu cabeçalho somos capazes de declarar uma variável, estabelecer uma condição e incrementar ou decrementar valores a uma determinada variável.

A seguir temos a estrutura for dividida em suas 3 partes:

for([variável]; [condição]; [incremento])

Cada parte da estrutura for é finalizada com um ponto-e-vírgula, salvo a última parte.

variável
A parte que chamamos de variável é o local em que podemos declarar e inicializar uma variável para ser utilizada como um contador durante os ciclos. Essa variável que declaramos e vamos incrementando ou decrementando é talvez a parte mais importante, pois será o número que utilizaremos para por exemplo, acessar estruturas tipo Array.
condição
A segunda parte, que chamamos de condição é o local que definimos a condição para que o laço de repetição seja interrompido. Observe que se a condição nunca for atendida, a nossa aplicação entrará em um looping infinito de forma que o usuário não consiga mais utiliza-la, salvo se fechar e abrir novamente o programa.
incremento
A última parte que chamamos de incremento é o local em que modificaremos o valor da variável que foi declarada na primeira parte. Observe que podemos incrementar valores ou então decrementar, isso dependerá da lógica que estamos implementando.

EXEMPLO 1

Vamos implementar um laço de repetição com a estrutura for que imprima os números de 0 até 10 na tela.

#include <iostream>
#include <stdlib.h>

using namespace std;

int main() {
    for(int n = 0; n <= 9; n++){
        cout << n << endl;
    }

    system("pause");
    return 0;
}

No código acima implementamos um estrutura de repetição for e nesta declaramos inicialmente uma variável de nome n e inicializamos a mesma com o valor 0.

Feito isso, definimos a condição na qual o laço de repetição deve ser executado, no caso, dissemos que n <= 9;. Observe que estamos inicializando a variável em 0, portanto, para imprimirmos os 10 primeiros valores devemos imprimir do 0 até o 9. Se por acaso definissemos o valor 10, iríamos imprimir 11 números, até porque, no intervalo de 0 até 10 há 11 números!

Por fim, incrementamos uma unidade à variável n com a expressão n++. Ainda não estudamos o operador de incremento e decremento, porém, pense nessa expressão como sendo igual à: n = n +1.

Vamos fazer mais um exemplo, porém agora, vamos imprimir os números na ordem inversa, ou seja, vamos iniciar em 9 e vamos até 0.

#include <iostream>
#include <stdlib.h>

using namespace std;

int main() {
    for(int n = 9; n <= 0; n--){
        cout << n << endl;
    }

    system("pause");
    return 0;
}

O código acima é basicamente o mesmo código que fizemos anteriormente, porém agora, ao invés de incrementarmos uma unidade na variável n estamos decrementando. Observe que também tivemos que inicializar a variável n atribuindo o valor 9 e, por fim, definimos a condição (a estrutura central) dizendo que o laço deve ser finalizado quando o valor de n <= 0. Por fim, decrementamos uma unidade a variável n utilizando a expressão n--.

A seguir, veja a comparação entre o laço for do primeiro e do segundo exemplo:

#comparação entre o exemplo de incremento e decremento
for(int n = 0; n <= 9; n++)
for(int n = 9; n <= 0; n--)

EXEMPLO FEITO EM AULA

#include <iostream>
#include <stdlib.h>

/*====================================
*           eXcript.com
*          fb.com/eXcript
* ====================================*/

using namespace std;

int main() {
    for(int i = 0; i <= 10; i++){
        cout << "O valor de i eh igual: " << i << endl;
    }

    system("pause");
    return 0;
}


Tags curso, cpp, laço de repetição, looping, for

Comentários

comments powered by Disqus