Nesta aula iniciaremos o estudo dos Operadores Relacionais Simples, ou seja, os operadores que nos permitem analisar a relação entre 2 operandos distintos.

OPERADORES RELACIONAIS

Agora, vamos estudar um exemplo que faz uso do Operadores Relacionais, também conhecidos pelo nome de Operadores Condicionais. Chamamos de Operadores Relacionais pelo fato de que o operador irá retornar qual a relação entre 2 operandos, e também chamamos de Operadores Condicionais, pelo fato de que estes operadores são utilizados na construção de condições.

Estudamos em aulas passadas os operadores lógicos e vimos alguns operadores relacionais, a seguir, temos a lista completa de todos os operadores relacionais que a Linguagem C tem implementado, são eles:

  • == - igualdade
  • != - diferença
  • > - maior que
  • < - menor que
  • >= - maior ou igual a
  • <= - menor ou igual a

Com este operadores nós conseguimos montar praticamente qualquer estrutura lógica e obter qual a relação entre 2 operandos. Logo, quando bem utilizados, esses operadores dão vida a nossa aplicações e fazem com que os nossos programas tenham um certo grau de inteligência.

EXEMPLO FEITO EM AULA

#include <stdio.h>
#include <stdlib.h>

//  ==========                 ==========
//  ========== www.eXcript.com ==========
//  ==========                 ==========

int main()
{
    int iJ, iI;
    iJ = 18;
    iI = 60;

    int idade = 0;

    printf("Digite a idade de um pessoa:\n");
    scanf( "%i", &idade );

    if(idade <= iJ)
    {
        printf("\nA idade informada eh de um jovem.\n")   ;
    }else{
        if(idade >= iI){
            printf( "\nA idade informada é de uma pessoa idosa.\n" );
        }else{
            if( (idade > iJ)&&(idade < iI) ){
                //se isso for V ou se isso for V

                //A meia-idade se caracteriza por qualquer pessoa que tenha
                //menos de 60 anos e mais de 17
                printf("A idade informada é de uma pessoa de meia-idade.");
            }
        }
    }


    return 0;
}


Tags curso, c

Comentários

comments powered by Disqus