NOME DURAÇÃO
Curso PHP
Abertura do Curso de PHP
Visão Geral do PHP
Ambiente de Desenvolvimento PHP
Servidor Web PHP
Como instalar o WAMP no Windows - Curso de PHP
Instalando PHPStorm no Windows
URL e Apache com PHP
Hello World em PHP
Executando Scripts PHP
TAG PHP
Montagem do HTML com PHP
Montagem do HTML com PHP II
Comentários em PHP
Definições da Linguagem PHP
Variáveis em PHP
Variáveis em PHP II
Nomenclatura de Variáveis em PHP
Operadores Aritméticos em PHP
Tipos de Dados do PHP
Módulo da Divisão em PHP
Tomada de Decisão em PHP
Tomada de Decisão - Estrutura else
Ambiente para Estudo PHP
Números Pares e Ímpares em PHP
A instrução elseif
Operadores Relacionais em PHP
Operadores Relacionais Parte II
Operadores Lógicos em PHP
Tela de Login e Senha com PHP
Introdução às Estruturas de Repetição em PHP
Instrução While em PHP
Introdução do-while em PHP
do-while - caso de uso com PHP
Script em Looping em PHP
Atribuição vs Comparação vs Identico em PHP
Operadores de Atribuição Compostos em PHP
Operadores de Incremento e Decremento em PHP
Estrutura de Repetição for do PHP
Estrutura de Repetição for do PHP (parte II)
Tabuada em PHP
Instrução break em PHP
Instrução continue em PHP
Operação Ternária em PHP
Operação Ternária em PHP (parte II)
Estrutura de Seleção Múltipla switch em PHP
Estrutura de Seleção Múltipla switch em PHP (parte II)
Precedência e Associatividade de Operadores em PHP
Constantes em PHP
Variáveis Variáveis em PHP
Introdução aos Arrays em PHP
Arrays Indexados em PHP
Definindo, Incluindo, Alterando e Excluindo elementos em PHP
Função range() em PHP
Iterando Arrays em PHP
Estrutura foreach em PHP
O foreach em PHP - Como usar?
Estrutura foreach - alterando valores internos
Arrays Associativos em PHP
Arrays Multidimensionais em PHP
Manipulação de Arrays em PHP
Introdução às Funções em PHP
Definindo parâmetros em PHP
Parâmetros default com PHP
Lista de Parâmetros em PHP
Lista de Parâmetros em PHP II
Funções variádicas em PHP
Retorno de Valores pela função em PHP
Funções e Escopo de Variáveis em PHP
Parâmetros por Referência em PHP
Parâmetros por Referência em PHP II
Parâmetros Tipados em PHP
Valores de retornos de funções tipados em PHP
Null Coalescing Operator em PHP
Operador SpaceShift em PHP
Importação: include() e require() do PHP
Introdução às Funções Anônimas em PHP
Escopo de nomes das funções anônimas em PHP
Funções Anônimas na Prática com PHP
Funções Anônimas e Arrays com PHP
Introdução às Strings em PHP
Aspas Duplas vs Aspas Simples em PHP
String Aspas Duplas em PHP
String heredoc e nowdoc em PHP
Funções para Manipulação de Strings em PHP
Introdução às Requisições Web em PHP
Método GET em PHP
Formulários HTML e PHP
Método POST com PHP
Variáveis superglobais do PHP
A Orientação a Objetos em PHP
Primeira Classe em PHP
Membros de Classe em PHP
Criação de Objetos em PHP
Acessando Membros de Classe em PHP
Implementando Comportamentos de Classe com PHP
Pseudo-variável $this em PHP
Gerenciando Atributos de Classe em PHP
Construtores em PHP
Construtores Personalizados em PHP
Destrutores em PHP
Encapsulamento em PHP
Encapsulamento em PHP (parte II)
Herança em PHP
Herança com PHP II
Modificadores de Acesso em PHP
Visibilidade das Funções em PHP
Funções Modificadoras em PHP
Sobrescrita de Funções em PHP

Nesta aula entenderemos o escopo de nomes das funções anonimas, bem como as suas características e principais conceitos.

ESCOPO DE NOME DAS FUNÇÕES ANÔNIMAS

Quando declaramos uma função anônima, geralmente, iremos atribuir a mesma a uma variável. A variável servirá como uma espécie de referência, até porque, através dessa variável é que poderemos invocar a função, ou melhor, somente com essa variável é que o bloco de código da função anonima poderá ser executado!

Uma função anônima possui o seu escopo restrito, então, não é possível fazer acesso direto aos membros externos. Em suma, o escopo de uma função anônima funciona de maneira análoga a de uma função convencional.

Dessa forma, para acessarmos variáveis externas a função anônima, temos que explicitamente declarar, no cabeçalho da função, que determinadas variáveis devem estar visíveis dentro da função que estamos definindo.

Para que seja possível essa manipulação no escopo das variáveis, foi definido a instrução use que funciona como complemento da declaração das funções anonimas, por exemplo:

$x = 10;
$func = function() use ($x) {
    echo "O valor de x é: $x";
};

$func();

No código acima, declaramos uma variável de nome $x e inicializamo-a com o número inteiro 10. Em seguida, definimos uma função anonima e nesta declaramos, com a instrução use, que a variável $x deve estar acessível internamente.

Por essa razão é que conseguimos acessar a variável $x, até porque, por padrão, funções anonimas não possuem acesso aos membros externos, como já estudado.

PASSAGEM DE REFERÊNCIA E DE VALOR

Funções anonimas funcionam de maneira análoga a qualquer outra função, logo, estas possuem o escopo restrito. Da mesma forma, temos que ao inserirmos variáveis no escopo de uma função, o que estamos de fato fazendo, é declarando uma variável de mesmo nome e inicializando-a com o valor igual a variável externa.

Desta forma, se alterarmos o valor das variáveis inseridas no escopo local, o que será alterado, é só e somente só a variável de mesmo nome re-declarada no escopo local da função anonima. Logo, se desejarmos alterar a variável cujo escopo é externo a função, temos de passar a sua referência e não o seu valor. Para isso, basta precedermos o seu nome pelo uso de um & comercial.

Vejamos o código a seguir:

$x = 10;
$y = 10;
$func = function() use ($x, &$y) {
    echo "O valor de x é: $x";
    echo "O valor de y é: $y";

    $x = 0;
    $y = 0;
};

$func();

echo "-----";
echo "O valor de x é: $x";
echo "O valor de y é: $y";

No exemplo acima, podemos facilmente observar que somente a variável externa $y é que teve o seu valor alterado, isso porque, a referência da mesma foi inserida no escopo local da função anonima.

A seguir, implementamos mais um exemplo para avançarmos ainda mais em nosso estudo.

$var1 = 10;
$num = ["um", "dois", "três"];
$func = function() use ($var1, &$num) {
    echo "Variável externa $var1";
};

$func();

EXEMPLO FEITO EM AULA

#FUNÇÕES ANÔNIMAS - ESCOPO DE NOMES

$num = 100;
$num2 = 100;

$func = function() use(&$num, $num2) {
//    echo "Anônima: " . $num;
    $num = 1500;
};

$func();

echo $num;


Tags curso, php, use, função, função anonima, lambda, closures, função lambda, função de primeira ordem, função de ordem superior, blog

Comentários

comments powered by Disqus